Juízo Final Blog

América Latina pode perder 2,4 milhões de empregos, diz OIT

Posted in Crise by Blog Juízo Final on 27/01/2009

oit27/01/2009 – 16h07 ( – G1)

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) divulgou, nesta terça-feira (27), que a taxa de desemprego na América Latina e no Caribe deve aumentar para 8,3% em 2009, por conta da crise financeira internacional.

Segundo a estimativa da Organização, podem ser fechadas entre 1,5 milhão e 2,4 milhões de vagas formais no meio urbano neste ano. A expectativa da OIT é de que 2009 produza um aumento do desemprego para uma taxa semelhante à registrada em 2007 (8,3%) na América Latina e Caribe.

Em 2008, a taxa ficou em 7,5%, completando um ciclo de cinco anos de redução. Para a OIT, parte do avanço conseguido em 2008 será perdido devido à crise financeira internacional.

No Brasil, segundo o estudo da OIT, entre janeiro e novembro do ano passado, o desemprego ficou em 8%. Em 2007, essa taxa foi de 9,5%. O levantamento da Organização usa os dados da Pesquisa Mensal de Emprego do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que pesquisa as seis principais regiões metropolitanas do país.

O diretor da OIT para a América Latina e o Caribe, Jean Maninat, disse que os governos precisam encontrar fórmulas urgentes para evitar uma retração muito grande do emprego na região.

“Estes prognósticos mostram a necessidade de que sejam tomadas medidas para reduzir o impacto laboral da crise com políticas anticíclicas e inovadoras, com programas de investimento, apoio a empresas produtivas e proteção à população mais vulnerável. Depois de anos de resultados positivos, a região está melhor preparada para este desafio”, disse Maninat.

Salários

O Panorama Laboral mostra ainda que os trabalhadores estão recebendo reajustes salariais inferiores ao que receberam em 2007. O aumento das remunerações foi, em média, de 3,2% na América Latina e Caribe em 2008. Em 2007, essa média era de 3,7%. No Brasil, o reajuste médio das remunerações em 2008 foi de 1,6%.

Segundo a diretora do escritório da OIT no Brasil, Laís Abramo, a média da região é elevada porque, na Argentina, os salários na iniciativa privada tiveram reajustes muito elevados, em torno de 8,4%. Se os dados argentinos forem excluídos do relatório, o reajuste médio dos salários na região fica em 0,6%.

Previsões para 2009

A OIT usa cálculos da Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal) para projetar o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB). Essa previsão aponta que a região crescerá, no máximo, 1,9% em 2009. Segundo esses prognósticos, a economia brasileira deve crescer 2,1% neste ano.

“Se isso se confirmar realmente entraremos num processo muito forte de redução do crescimento e consequente aumento do desemprego”, afirmou a diretora da OIT no Brasil.

Segundo ela, o saldo de empregos no Brasil ainda é muito bom, mas o resultado de dezembro, quando foram fechados mais de 650 mil postos de trabalho formais, mostra o que deve ocorrer nos próximos meses no país em relação ao emprego.

Anúncios

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. […] segundo a OIT. A organização havia informado ontem que, na América Latina, a crise deve eliminar cerca de 2,4 milhões de empregos neste […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: